Sinopse

Neste programa juntamos dois coreógrafos que, com abordagens e ambientes distintos, nos propõem obras que trabalham sobre o colectivo.

Symphony of sorrows desenvolve-se num ambiente denso, soturno, no qual o colectivo revela ser a força de superação dos caminhos, por vezes tortuosos, da humanidade.

Cantata reflete tradições populares e musicais italianas, uma espécie de festa comunitária italiana onde a música é o elemento inspirador, contagiando bailarinos e público.


SYMPHONY OF SORROWS

Um leve toque sobre as nossas sensações à margem da realidade humana. Os nossos corpos formam um organismo que vislumbra a imagem do que temos no subconsciente. Um universo dentro de cada corpo tornado música. Como se conseguíssemos ver cada nuance musical enquanto vivemos pequenos momentos que nos são fortemente familiares.

Miguel Ramalho

Julho 2020


CANTATA

Cantata é uma coreografia plena de cores vibrantes, típicas do sul de Itália. Os gestos apaixonados e viscerais evocam um tipo de beleza mediterrânica e selvagem. Uma dança instintiva e vigorosa explora as várias facetas da relação entre homem e mulher: sedução, paixão, querelas, ciúme. 

Cantata presta homenagem à cultura e tradição musical italianas, uma criação popular, no sentido mais elevado do termo. Utiliza música italiana dos séculos XVIII e XIX, desde as canções de embalar ao Salentine pizziche e às serenatas napolitanas. Neste bailado, criado a partir de um encontro inesperado com um grupo de músicos de Nápoles e Puglia, a dança e a música misturam-se e interligam-se.

Mauro Bigonzetti

Ficha Técnica

Symphony of Sorrows
Miguel Ramalho Coreografia e Figurinos
Henryk Górecki - Symphony No.3, Op.36 "Symphony of sorrowful songs"Música
Cristina PiedadeDesenho de Luz
Lisboa, Millennium Festival ao Largo 2020, 23 de julho de 2020 Estreia Absoluta
Cantata
Mauro Bigonzetti Coreografia
Gruppo Musicale Assurd Arranjo musical a partir de música original e tradicional do sul de Itália
Helena de Medeiros Figurinos
Carlo Cerri Desenho de Luz
Companhia Nacional de Bailado Produção
Lisboa, Auditório da Fundação Calouste Gulbenkian, 2001, Ballet Gulbenkian Estreia Absoluta
Lisboa, Teatro Camões, 03 de abril de 2008 Estreia na CNB

Elencos

Bailarinos e Bailarinas da CNBInterpretação